Condições de Trabalho e Saúde de trabalhadores em um restaurante universitário

Marina Greghi Sticca, Marina Bernardo Mandarini, Flavia Helen Moreira da Silva

Resumo


O artigo trata de uma investigação realizada em um restaurante universitário, visando identificar relações entre as condições de trabalho e a saúde dos trabalhadores, a partir do referencial teórico e metodológico da ergonomia da atividade. A pesquisa, de natureza qualitativa, apontou a presença de fatores de risco ergonômicos e psicossociais relacionados às exigências da atividade, a carga de trabalho elevada, às dificuldades nas relações socioprofissionais e a forma como as tarefas eram distribuídas. A presença de doenças físicas foi apontada pelos entrevistados como uma das principais repercussões da atividade. As condições contratuais e de gestão também foram apontadas como fatores que afetavam a atividade dos entrevistados. Esses achados corroboram os dados já apresentados pela literatura e evidenciam a importância de um diagnóstico organizacional com foco na saúde do trabalhador que considere o trabalho em todos os seus componentes: condições físicas, contratuais, os processos e características da atividade e as condições sociogerenciais.

Palavras-chave


condições de trabalho; saúde; ergonomia

Texto completo:

HTML PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/epp.2019.46904

Licença Creative Commons
A revista Estudos e Pesquisas em Psicologia esta licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial 3.0 Não Adaptada.

 

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Instituto de Psicologia
© Estudos e Pesquisas em Psicologia
Rua São Francisco Xavier, 524, bloco F, sala 10.005, 10° andar, CEP 20550-013, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
Telefone: (21) 2334-0651

E-mail: revispsi@gmail.com