A Assistência Psicológica a Crianças em Unidades Básicas de Saúde

Carolina Martins Pereira Alves, Conceição Aparecida Serralha

Resumo


A presente pesquisa objetivou conhecer a realidade do acompanhamento psicológico a crianças em UBS do município de Uberaba-MG. Participaram do estudo 15 psicólogos, que atuam nessa rede. Para a coleta de dados, foram utilizadas entrevistas semiestruturadas. Os dados receberam tratamento qualitativo mediante Análise de Conteúdo temática, complementada por uma análise da enunciação. Os resultados mostraram que o atendimento às demandas de saúde mental de crianças é realizado por apenas sete psicólogos, dentre os 15 entrevistados, e quando ocorre, é de forma majoritariamente individual. Foi possível levantar as dificuldades na realização deste acompanhamento relacionadas principalmente à falta de recursos, à fragilidade de apoio da gestão e à formação do profissional, além de levantar as possibilidades de atuação em meio a essas dificuldades. Constatou-se que, para a produção de ações coletivas e integradas, o psicólogo deve ter uma atuação generalista, destacando-se a importância de se repensar a formação profissional em Psicologia.

Palavras-chave


criança; atenção primária à saúde; psicologia

Texto completo:

HTML PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/epp.2018.40460

Licença Creative Commons
A revista Estudos e Pesquisas em Psicologia esta licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial 3.0 Não Adaptada.

 

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Instituto de Psicologia
© Estudos e Pesquisas em Psicologia
Rua São Francisco Xavier, 524, bloco F, sala 10.005, 10° andar, CEP 20550-013, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
Telefone: (21) 2334-0651

E-mail: revispsi@gmail.com