Revisiting Sándor Ferenczi in light of current educational practices

Ana Inés Heras Monner Sans

Resumo


Analiso a orientação pedagógica de uma equipe de educadores que dirigem um centro educativo na cidade de Buenos Aires (CEIA), na Argentina, que fornece a instrução pública elementar a crianças, jovens e adultos que vivem em condições extremamente desafiantes (isto é, têm dificuldades em acessar o serviço de saúde básico, o trabalho, a educação e o alojamento). Concentro-me em estabelecer conexões entre o seu trabalho e aquela da noção original de Sandor Ferenczi da análise mútua. Com esta finalidade, primeiro apresento alguns aspectos do contexto histórico no qual Ferenczi viveu e desenvolveu a sua teoria, mostrando que a mutualidade foi uma orientação que permeou a sua vida e trabalho. Assim analiso dois dispositivos pedagógicos identificados no CEIA na luz da armação da mutualidade, depois da qual apresento uma discussão que destaca a relação entre a aproximação dos educadores, que identifico como a noção de, e Ferenczi clínico e educativo da mutualidade. Concluo que as ideias de Ferenczi — a novela no momento —ainda é atual, se não novo, contanto que perguntemos o que pode aprender-se de eles. A minha metodologia combina uma perspectiva histórica com etnografia e sociolinguística em dois respeitos: análise da armação pedagógica dos educadores e exame de dados históricos naquela luz.

Palavras-chave


Ferenczi; educação; etnografia colaborativa

Texto completo:

PDF HTML


DOI: https://doi.org/10.12957/epp.2017.37707

Licença Creative Commons
A revista Estudos e Pesquisas em Psicologia esta licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial 3.0 Não Adaptada.

 

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Instituto de Psicologia
© Estudos e Pesquisas em Psicologia
Rua São Francisco Xavier, 524, bloco F, sala 10.005, 10° andar, CEP 20550-013, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
Telefone: (21) 2334-0651

E-mail: revispsi@gmail.com