Concepções acerca da Religiosidade: a Perspectiva da Criança

Ana Paula Sesti Becker, Josiane Delvan da Silva

Resumo


A religiosidade, a busca pelo Sagrado e as indagações quanto à espiritualidade, têm sido o foco de investigações em diferentes áreas e contextos científicos. Este artigo tem como objetivo analisar as concepções acerca da religiosidade de crianças escolarizadas entre 6 a 10 anos de idade. O estudo constituiu-se como exploratório-descritivo de abordagem qualitativa. Para a coleta de dados utilizou-se a entrevista semi-estruturada e o desenho temático envolvendo 10 crianças, sendo (5) crianças de um colégio de ensino regular laico e (5) crianças de um colégio de ensino regular religioso. Os dados foram analisados a partir da técnica de análise de conteúdo temático categorial. Os resultados evidenciaram dados similares quanto às representações que as crianças têm acerca da religiosidade, uma vez que a representação que a maioria dos participantes possui em relação ao Divino contempla uma noção concreta e personificada a partir do estágio cognitivo em que se encontram. Além disso, o envolvimento parental constituiu-se como um aspecto importante para o desenvolvimento da religiosidade infantil.

Palavras-chave


criança; religiosidade; espiritualidade; cognição

Texto completo:

HTML PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/epp.2016.33186

Licença Creative Commons
A revista Estudos e Pesquisas em Psicologia esta licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial 3.0 Não Adaptada.

 

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Instituto de Psicologia
© Estudos e Pesquisas em Psicologia
Rua São Francisco Xavier, 524, bloco F, sala 10.005, 10° andar, CEP 20550-013, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
Telefone: (21) 2334-0651

E-mail: revispsi@gmail.com