Ações, Rastros e Controvérsias Online/ Offline: possibilidades metodológicas a partir da Teoria Ator-rede

Ana Paula Pereira Coelho, Patrícia Azambuja

Resumo


O processo de convergência midiática nos oferece um campo vasto e complexo de práticas cotidianas e comportamentais. Ações virtuais, invariavelmente, trazem à tona dimensões que envolvem, em um primeiro momento, ações simples e conversações em rede. A partir das quais, um olhar mais cuidadoso, revela com igual força condições tecnológicas, materiais, visibilidade social, questões humanas, culturais, políticas, entre outras - com curiosa fluidez para algumas situações que transitam livremente entre os espaços online e offline, entre o público e o privado, entre meios interpessoais e massivos etc. A partir desse cenário, e utilizando um caso específico como ponto de partida, propomos a produção de um pequeno mapa de conexões, empregando a Teoria Ator Rede (TAR) como possibilidade metodológica. A partir de uma escrita etnográfica (em contexto virtual) buscamos rastrear vínculos e estabilizar uma rede que nos permitisse compreender, mesmo que parcialmente, os múltiplos fluxos e associações proporcionadas pelos dispositivos de comunicação (digitais e/ou convencionais).

Palavras-chave


redes sociais; sociotécnica; teoria ator-rede; metodologia

Texto completo:

HTML PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/epp.2015.20254

Licença Creative Commons
A revista Estudos e Pesquisas em Psicologia esta licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial 3.0 Não Adaptada.

 

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Instituto de Psicologia
© Estudos e Pesquisas em Psicologia
Rua São Francisco Xavier, 524, bloco F, sala 10.005, 10° andar, CEP 20550-013, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
Telefone: (21) 2334-0651

E-mail: revispsi@gmail.com