Violência, delinquência e tendência antissocial. Sobre a experiência de um atendimento a crianças vítimas da violência em uma favela do Rio de Janeiro

Rosa Lucia Soares Paiva, Maria Helena Rodrigues Navas Zamora, Junia de Vilhena, Sergio Gomes da Silva

Resumo


Considerando nossa inserção em um projeto social realizado dentro de uma favela do Rio de Janeiro, o presente trabalho objetiva analisar os alcances e limites de nossa atuação profissional no atendimento de crianças e adolescentes vítimas de violência e de comportamento antissocial, à luz do pensamento de Winnicott. O projeto objetiva a socialização de crianças e adolescentes vítimas de violência, a partir de atividades circenses, lúdicas, criação de figurinos, aprendizagem de danças e capoeira, acompanhadas por uma equipe de assistentes sociais, pedagogos e psicólogos. O atendimento evidenciou a violência que incide sobre as vidas das crianças e dos adolescentes em suas várias manifestações. Dois estudos de casos são apresentados para ilustrar o trabalho desenvolvido no projeto. Concluiu-se que, malgrado todos os esforços das equipes, que ofereciam um espaço de escuta e acolhimento a esses atores sociais, nem todos puderam encontrar uma saída criativa para suas vidas diante do seu sofrimento psíquico. A possibilidade de construção e reconstrução só foi possível quando estas puderam encontrar no projeto social "Circo" uma "luz no fim do túnel", ou seja, um lugar, um espaço ou "continente suficientemente bom" às suas demandas psíquicas e às da própria vida.

Palavras-chave


infância; violência; tendência antissocial; delinquência; favela

Texto completo:

HTML PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/epp.2015.19418

Licença Creative Commons
A revista Estudos e Pesquisas em Psicologia esta licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial 3.0 Não Adaptada.

 

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Instituto de Psicologia
© Estudos e Pesquisas em Psicologia
Rua São Francisco Xavier, 524, bloco F, sala 10.005, 10° andar, CEP 20550-013, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
Telefone: (21) 2334-0651

E-mail: revispsi@gmail.com