Trabalho Infantil e Ideologia nas Falas de Mães de Crianças Trabalhadoras

Izabel Christina do N. Feitosa, Magda Dimenstein

Resumo


O trabalho infantil é proibido por lei, mas estudos mostram o crescente número de crianças trabalhando no mundo. Acreditamos que os discursos acerca do trabalho infantil vêm sendo historicamente reproduzidos pelas instituições socializadoras da criança como a família. Esse estudo objetiva discutir o que mães pensam sobre o trabalho de seus filhos. Realizamos grupos focais com mães de crianças que estudam e trabalham no cultivo das hortas em Gramorezinho (Natal-RN). Percebemos o quanto a ideologia do trabalho está imersa nas práticas discursivas dos sujeitos. As mães possuem uma história de uma infância de trabalho e reproduzem uma vivência de trabalho para seus filhos. O trabalho aparece como uma alternativa importante para a não permanência das crianças nas ruas. Percebemos, portanto, que quando se trata da criança pobre, o trabalho infantil apresenta-se como uma prática que vem sendo reforçada historicamente pela família.

Palavras-chave


Trabalho infantil; infância; família; ideologia

Texto completo:

PDF HTML


Licença Creative Commons
A revista Estudos e Pesquisas em Psicologia esta licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial 3.0 Não Adaptada.

 

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Instituto de Psicologia
© Estudos e Pesquisas em Psicologia
Rua São Francisco Xavier, 524, bloco F, sala 10.005, 10° andar, CEP 20550-013, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
Telefone: (21) 2334-0651

E-mail: revispsi@gmail.com