Modos de atenção na cidade além da conta: uma reflexão sobre lugares e não lugares

Kleber Jean Matos Lopes

Resumo


Esse trabalho analisa os modos de atualização da experiência dos espaços nas cidades, através do entendimento de Marc Auge sobre a produção de não-lugares no mundo contemporâneo e a discussão proposta por Virgínia Kastrup sobre as possibilidades de aprendizagem de uma cognição inventiva. Com esses conceitos, discute a urgência em produzir na vida urbana, outras possibilidades existenciais distintas do egoísmo consumista, comum à proliferação de não-lugares. Entende que a distração formulada por Kastrup é um dispositivo importante para a reflexão dessa crise no espaço urbano e propõe experiências de transfiguração como alternativa que se volta para a produção de espaços de convivência entre as diferenças que emergem na vida urbana.

Palavras-chave


Cidade; Não-lugares; Cognição inventiva; Transfiguração

Texto completo:

PDF HTML


Licença Creative Commons
A revista Estudos e Pesquisas em Psicologia esta licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial 3.0 Não Adaptada.

 

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Instituto de Psicologia
© Estudos e Pesquisas em Psicologia
Rua São Francisco Xavier, 524, bloco F, sala 10.005, 10° andar, CEP 20550-013, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
Telefone: (21) 2334-0651

E-mail: revispsi@gmail.com