Subjetivações, identidades e o linguajar

Ricardo Pimentel Méllo, Angela Flexa Di Paolo

Resumo


Em suas mais variadas tendências, a Psicologia, em especial a Psicologia Social, tematiza o que tradicionalmente se convencionou chamar de “identidades”. Neste artigo, pretendemos discutir algumas posições que giram em torno dessa temática, buscando mostrar que o conceito de identidade remete à noção de idêntico. Portanto, ao usar esse termo estamos nos posicionando em torno de uma maneira de conceber o ser humano que herdamos do Iluminismo. Buscamos adotar um outro posicionamento, tomando como referência autores como Foucault, Deleuze, Figueiredo, Rose, que situam o ser humano em uma constante instabilidade criativa, articulado em redes discursivas que possibilitam à experiência de um si e a diversidade de devir.

Palavras-chave


Identidade; Subjetividade; Modos de ser; Linguagem

Texto completo:

PDF HTML


Licença Creative Commons
A revista Estudos e Pesquisas em Psicologia esta licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial 3.0 Não Adaptada.

 

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Instituto de Psicologia
© Estudos e Pesquisas em Psicologia
Rua São Francisco Xavier, 524, bloco F, sala 10.005, 10° andar, CEP 20550-013, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
Telefone: (21) 2334-0651

E-mail: revispsi@gmail.com