O tratamento da histeria nas instituições psiquiátricas: um desafio para a psicanálise

Daniela Costa Bursztyn

Resumo


A pesquisa pretende refletir sobre o desaparecimento do diagnóstico da histeria nos manuais psiquiátricos e os resultantes impasses clínicos no manejo do tratamento de sujeitos histéricos nas instituições médicas. Por meio da interlocução entre diversos profissionais, o dispositivo analítico pode operar nas instituições psiquiátricas sustentando a escuta do sintoma histérico como algo que faz uma função importante para o sujeito, ao invés de somá-lo à variedade de nomenclaturas que tornam estes sintomas apenas uma fenomenologia dos novos manuais psiquiátricos.

Palavras-chave


Histeria; Psiquiatria; Psicanálise

Texto completo:

PDF HTML


Licença Creative Commons
A revista Estudos e Pesquisas em Psicologia esta licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial 3.0 Não Adaptada.

 

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Instituto de Psicologia
© Estudos e Pesquisas em Psicologia
Rua São Francisco Xavier, 524, bloco F, sala 10.005, 10° andar, CEP 20550-013, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
Telefone: (21) 2334-0651

E-mail: revispsi@gmail.com