Burnout em profissionais de bibliotecas

Fabiana Neme Nogueira Ramos, Carmen Maria Bueno Neme

Resumo


O estresse excessivo relacionado ao trabalho, denominado “Burn out”, é descrito como uma síndrome ou conjunto de sintomas resultantes da exaustão e perda de interesse pelo trabalho. O bibliotecário realiza atendimento ao público e atividades técnico-administrativas que incluem tomada de decisões e resolução de conflitos. Este estudo investigou níveis de Burnout de 24 profissionais de bibliotecas de três universidades, que responderam o Inventário Maslach de Burnout (MBI). O estudo consiste também em entrevistas com 10 funcionários de uma das bibliotecas da amostra, para investigar os recursos utilizados como prevenção do estresse e avaliar os recursos e estratégias de enfrentamento, com vistas a compreender os baixos níveis de Burnout encontrados.  Dentre os funcionários que responderam a entrevista, 80% relataram realizar atividades físicas e de lazer fora do ambiente de trabalho. Fatores pessoais, organizacionais e do ambiente de trabalho pareceram atuar positivamente junto à população estudada, prevenindo a instalação do estresse laboral e evitando a exaustão no trabalho.

Palavras-chave


Burnout; Estresse; Bibliotecários

Texto completo:

PDF HTML


Licença Creative Commons
A revista Estudos e Pesquisas em Psicologia esta licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial 3.0 Não Adaptada.

 

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Instituto de Psicologia
© Estudos e Pesquisas em Psicologia
Rua São Francisco Xavier, 524, bloco F, sala 10.005, 10° andar, CEP 20550-013, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
Telefone: (21) 2334-0651

E-mail: revispsi@gmail.com