A regulamentação dos serviços prestados pela startup Uber no Brasil: o transporte privado individual de passageiros em conformidade com os preceitos de acessibilidade de um estado democrático / The regulation of services provided by startup Uber:...

Ricardo Utrabo Pereira, Paulo Henrique de Souza Freitas

Resumo


DOI: 10.12957/rdc.2017.28619

O presente trabalho tem como objetivo inicial investigar a legislação referente ao transporte individual de passageiros, averiguando a possibilidade do ingresso de startups como a Uber neste mercado, que hoje é direcionado exclusivamente para táxis. Ocupa-se, em sua segunda parte, em verificar o impacto do ingresso de startups no mercado de transporte individual de passageiros e de que forma a atuação destas pode ser realizada de forma democrática, destacando-se o papel da acessibilidade para diversos grupos de pessoas. Portanto, com o presente estudo, pretende-se apontar formas de tornar o serviço de transporte individual de passageiros mais inclusivo. Para isso, recorreu-se ao método dialético para confrontar o modelo utilizado pelos táxis, com modelos decorrentes de startups como a Uber, os quais podem ingressar no mercado de transporte individual de passageiros de forma simultânea aos táxis. O resultado final, amparado em pesquisas e dados coletados indicam a possibilidade deste ingresso ser benéfico para os consumidores, permitindo meios de transporte mais democráticos e igualitários.

Palavras-chave: Regulamentação; Uber; Táxi; Estado Democrático; Acessibilidade.

Abstract

The present study has as an initial objective to investigate the legislation regarding individual passenger transportation, investigating the possibility of the entry of startups like Uber in this market, which is now exclusively aimed at taxis. In its second part, the paper examines the impact of the entry of startups in the individual passenger transportation market, and how these can be performed in a democratic state, highlighting the role of accessibility for different groups of people. Therefore, with the present study, it aims to identify ways of making the individual passenger transportation service more inclusive. For this, the dialectical method was used to confront the model used by taxis, with models derived from startups such as Uber, which can enter the individual passenger transportation market simultaneously with taxis. The final result, according to the research and the collected data, indicates the possibility of this entry being beneficial to consumers, allowing for more democratic and egalitarian means of transportation.

Keywords: Regulation; Uber; Taxi; Democratic State; Accessibility.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/rdc.2017.28619

Direitos autorais

Esta licença permite que outros distribuam, remixem, adaptem e criem a partir do seu trabalho, mesmo para fins comerciais, desde que lhe atribuam o devido crédito pela criação original: (https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/

 

Indexada em | Indexed by:

Directory of Open Access JournalsResultado de imagem para "ebsco"Resultado de imagem para scilit

LA Referenciahttp://www.journaltocs.ac.uk/API/blog/images/journaltocslogo.jpgResultado de imagem para suncatResultado de imagem para "American Association for the Advancement of Science"

Resultado de imagem para lexis nexis3d rendered picture of high peaks and cloud, with typographic logo for JURNSHERPA/RoMEO Logohttp://www.journaltocs.ac.uk/API/blog/images/journaltocslogo.jpgLA ReferenciaResultado de imagem para google scholar

 

Ver outras indexações da Revista

Periódico associado | Associated journal:

Associação Brasileira de Editores Científicos – ABEC

 

Revista de Direito da Cidade
Endereço: Rua São Francisco Xavier, 524, Sala 7027 B – Maracanã – Rio de Janeiro – RJ Cep 20550-900
Telefone: (21) 23340823
email: revistadedireitodacidadeuerj@gmail.com