Universidade, juventude e resistência: memória da reforma universitária brasileira de 1968 / University, youth and resistance: a report of brazilian university reform in 1968

Gretha Leite Maia

Resumo


DOI: 10.12957/rqi.2018.28923

O artigo se propõe a investigar as relações necessárias entre a Universidade e a juventude, a partir da afirmação de que Universidade e juventude são protagonistas de transformações sociais, por vezes por meio de atos de resistência. O artigo investiga as origens da Universidade na Europa Medieval para apontar a permanência de características originais e as modificações que lhe garantem sobrevida. Investiga a instalação da Universidade no Brasil e o crescimento da população universitária. Em seguida, investiga o conceito de juventude estabelecido na variação de segmento perigoso e sujeito de direitos. A pesquisa articula as duas noções para resgatar o movimento de resistência à reforma universitária brasileira de 1968, no contexto do governo militar e dos Acordos MEC-Usaid. Trata-se de pesquisa bibliográfica e de caráter memorialista, a partir de uma revisão e literatura. Conclui pela implicação necessária entre Universidade e juventude, desvelando que uma crise na Universidade pode ser causa e consequência de uma crise na juventude.

Palavras-chave: Universidade; Juventude; Reforma; Resistência; Acordos MEC-Usaid.

Abstract

 The article aims to investigate the necessary relations between the University and the youth, from the affirmation that University and youth are protagonists of social transformations, sometimes through acts of resistance. The article investigates the origins of the University in Medieval Europe to point out the original characteristics that still remains and the modifications that transformed the University. The article investigates the origins of the University in Brazil and the growth of a university population. Next, the research investigates the concept of youth established in the variation of dangerous segment and subject of rights. The research articulates the two concepts to rescue the resistance movement to the Brazilian university reform of 1968, in the context of the military government and the MEC-Usaid Agreements. It is a bibliographical and a memory research. It concludes that there is a necessary implication between university and youth, revealing that a crisis in the university can be cause and consequence of a crisis in the youth.

 Keywords: University; Youth; Reform; Resistance; MEC-Usaid Agreement.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/rqi.2018.28923


Esta licença permite que outros distribuam, remixem, adaptem e criem a partir do seu trabalho, mesmo para fins comerciais, desde que lhe atribuam o devido crédito pela criação original: (https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/

 

Indexada em | Indexed by:

Library of Congresshttp://www.journaltocs.ac.uk/API/blog/images/journaltocslogo.jpgResultado de imagem para road open access

SHERPA/RoMEO LogoResultado de imagem para "ebsco"Resultado de imagem para "American Association for the Advancement of Science"

 

Resultado de imagem para scilitResultado de imagem para erih plus3d rendered picture of high peaks and cloud, with typographic logo for JURN

Resultado de imagem para lexis nexisResultado de imagem para suncatLA Referencia

Resultado de imagem para "Current Research Information System In Norway"

 

Resultado de imagem para google scholarhttp://www.lib.uct.ac.za/sites/default/files/image_tool/images/14/web-science_1_cus.png

Ver outras indexações da Revista

Periódico associado | Associated journal:

Associação Brasileira de Editores Científicos – ABEC