Expressão corporal e ludicidade na educação infantil

Tamara Grigorowitschs

Resumo


Este artigo trata do entrecruzamento dos universos da primeira infância, do brincar e da expressão corporal, buscando contribuir para a reflexão a respeito da dimensão lúdico-corporal nas práticas pedagógicas voltadas para essa faixa educacional. Serão abordados aspectos metodológicos e práticos, especificamente voltados para o trabalho com crianças de 3 a 5 anos de idade, que articulam artes e fazeres integrados, como a expressão corporal, a brincadeira, e a contação de histórias. De forma mais detalhada e aprofundada, trataremos dos seguintes tópicos: a dimensão lúdico-corporal na primeira infância; a análise de práticas de sensibilização e de criação em atividades lúdico-corporais; o planejamento de atividades lúdico-corporais (criação de roteiros, estabelecimento de ritmos para a atividade, uso dos espaços etc.); as possibilidades criativas no trabalho com histórias curtas, tendo a expressão corporal como uma de suas principais linguagens; e a integração das contribuições criativas das crianças, de modo que estas sejam tratadas sujeitos ativos nas atividades das quais participam. 


Palavras-chave


expressão corporal; brincar; primeira infância; narração de histórias; educação infantil

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/periferia.2021.63284

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil  

Revista Periferia, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação, Cultura e Comunicação em Periferias Urbanas – PPGECC/UERJ - ISSN: 1984-9540