As narrativas contemporâneas e as fronteiras entre realidade e imaginário: uma análise dos processos de autoficcionalização em Divórcio

Keyla Silva Rabêlo

Resumo


A proposta deste ensaio é apresentar uma reflexão sobre a obra “Divórcio”, do escritor paulista Ricardo Lísias, a fim de identificar, em sua narrativa, as estratégias por ele usadas para compor uma estrutura em que, na língua e pela língua, se entrelaçam o real e o imaginário. A discussão aqui apresentada está ancorada nos estudos críticos e literários sobre a autoficção e nos pressupostos da perspectiva discursiva dialógica através do debate que traz sobre linguagem, produção de sentidos, gêneros textuais e intergenerecidade.

Palavras-chave


Autoficcionalização, narrativas contemporâneas, subjetividades.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/palimpsesto.2018.35294

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Keyla Silva Rabêlo

 


ISSN 1809-3507 | DOI: 10.12957/palimpsesto


Palimpsesto é uma publicação do corpo discente do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ:

UERJ >> Instituto de Letras >> Programa de Pós-graduação em Letras

 


Indexado nas seguintes bases:

 

Periodicos CAPES Latindex Find in a library with WorldCat MLA Livre MIAR ResearchBib BASE Logo UF Libraries University of Texas Libraries  Library Logo UCLA Library University of Wisconsin - Madison Libraries EZB


Licença Creative Commons

A Palimpsesto utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.