Aliados em ondas curtas: o rádio brasileiro na II Guerra Mundial

Orlando de Barros

Resumo


A mídia radiofônica foi uma das mais impressionantes tecnologias a se desenvolver no século XX, deixando de ser a caixa de ruídos de 1918 para se transformar num sólido sistema de publicidade, de difusão de ideias e conceitos de todas as naturezas. Ao começar a II Guerra Mundial, os aperfeiçoamentos tinham levado a um sistema mundial, baseado no alcance das ondas curtas, que varavam os continentes. Nas nações mais fortes surgiram conglomerados privados ou públicos capazes de exercer grande difusão mundial, como as redes da CBS americana, da BBC britânica ou da DW alemã. Como o Brasil foi conduzido à guerra como integrante das Nações Unidas, o rádio brasileiro teve relações muito estreitas e especiais com os norte-americanos e britânicos durante o conflito.


Palavras-chave


Rádio; Diplomacia Cultural; II Guerra Mundial; Relações Vargas-Roosevelt; Política da Boa Vizinhança

Texto completo:

PDF

Referências


Fontes

APRJ. Artigo Público do Rio de Janeiro. Delegacia Especial de Segurança Política e Social. Dossiê - “Emissora Alemã de Ondas Curtas”- 20 out. 1940. Alemão - Pasta n. 3.

CPDOC-FGV. Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil da Fundação Getúlio Vargas, GV 34.09.22, XVI-20. SIMÕES, Luiz. Carta manuscrita a Getúlio Vargas. Londres, 22 set. 1934.

HEMEROTECA DIGITAL BRASILEIRA DA BIBLIOTECA NACIONAL [ONLINE]

A Noite, Rio de Janeiro, 1911-1957. Disponível em: https://memoria.bn.br/hdb/periodico.aspx. Acesso em: jul. 2022.

Diário de Notícias, 1930-1974. Disponível em: https://memoria.bn.br/hdb/periodico.aspx. Acesso em: jul. 2022.

Diário de Pernambuco, Recife, 1825-atualmente. Disponível em: https://memoria.bn.br/hdb/periodico.aspx. Acesso em: jul. 2022.

Bibliografia

“ARROW” [pseudônimo]. A BBC e a FEB. Diário de Pernambuco, Recife, 27 out. 1944.

“ARROW” [pseud.]. A NBC e o Brasil. Diário de Pernambuco, Recife, 06 out. 1944.

“ARROW” [pseud.]. Mundo de luz e som - A B.B.C. Diário de Pernambuco, Recife, 9 set. 1944.

“ARROW” [pseud.]. Programa no ‘front’. Diário de Pernambuco, Recife, 25 nov. 1944.

“ARROW” [pseud.]. Uma estação quase nossa. Diário de Pernambuco, Recife, 01 out. 1944.

BARROS, Orlando de. Custódio Mesquita, um compositor romântico no tempo de Vargas. Rio de Janeiro: Eduerj/Funarte, 2001.

HILTON, Stanley. O Brasil e a crise internacional (1930/1945). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1977.

LAVOINNE, Yves. A rádio. Lisboa: Ed. Vega, s.d.

LONGERICH, Peter. Joseph Goebbels, uma biografia. Rio de Janeiro: Objetiva, 2014.

MOURA, Gérson. Sucessos e ilusões: relações internacionais do Brasil durante e após a Segunda Guerra Mundial. Rio de Janeiro: Ed. Fundação Getúlio Vargas, 1991.

“PUCK” [pseudônimo]. Eles Esperaram Hitler. A noite, Rio de Janeiro, 23 mar. 1943.

RÁDIO NACIONAL. Rádio Nacional, vinte anos de liderança a serviço do Brasil (edição comemorativa). Rio de Janeiro, 1956.

SUPPO, Hugo R. & LESSA, Monica L. O estudo da dimensão cultural nas Relações internacionais: contribuições teóricas e metodológicas. In. LESSA, Monica L. & GONÇALVES, Williams da Silva (Orgs.). História das relações internacionais, teorias e processos. Rio de Janeiro: Eduerj, 2007.

“TED” [pseudônimo]. Comentário de guerra. Diário da Noite, Rio de Janeiro, 03 dez. 1943.

TOTA, Antônio Pedro. O imperialismo sedutor. A americanização do Brasil na época da Segunda Guerra. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.




DOI: https://doi.org/10.12957/revmar.2022.64814

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexadores

                 

         

              

               

 

 

Divulgadores