Encontros entre trabalhadores: A Universidade Aberta à Terceira Idade como espaço para confrontação de memórias

Sheille Soares Freitas, Carlos Meneses de Sousa Santos

Resumo


DOI: 10.12957/interag.2014.5707

Propomos apresentar algumas questões suscitadas a partir do desenvolvimento do projeto de extensão intitulado “Produzindo Memórias e Histórias, vinculado ao Programa Universidade Aberta à Terceira Idade - UNATI. Este programa é uma atividade institucional realizada pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná – UNIOESTE. Entre agosto de 2011 e junho de 2012 promovemos algumas reflexões a partir de documentos, como entrevistas orais, programas de rádio, fichas de assistência social, entre outros. O interesse foi debater os sentidos expressos na produção desses materiais, confrontando valores e atuações dos sujeitos que protagonizaram as relações evidenciadas. O texto destaca a identificação de uma condição de classe, comum aos trabalhadores, mas também expõe compreensões e encaminhamentos distintos ao se tratar essa condição em nossas próprias trajetórias.


Palavras-chave


Trabalhadores; UNATI; Memórias

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/interag.2014.5707


ISSN: 1519-8847 | E-ISSN: 2236-4447
Depext-SR3/UERJ