Análise das experimentações político-pedagógicas vivenciadas em um projeto de extensão

LUIZ EDUARDO DE ALMEIDA, Valéria de Oliveira, Marília Nalon Pereira, Larisse Martins Aguiar, Diego Machado de Oliveira

Resumo


Neste trabalho, estruturado sob estratégia narrativo-argumentativa, são apresentados os dispositivos político-pedagógicos atrelados à dinamização do Projeto de Extensão Sala de Espera do Campus Avançado de Governador Valadares da Universidade Federal de Juiz de Fora. Daqui algumas inferências se destacaram: 1) a importância da capacitação, da ambientalização e da estruturação das equipes multiprofissionais de trabalho; 2) o enlaçamento ensino-serviço-comunidade; 3) a efetividade do instrumento “TPC” na dinamização das atividades extensionistas; 4) o reconhecimento dos ambientes de espera como território dinâmico e fértil para a implantação de ações educativas; 5) a disseminação, em espaços científicos, dos aprendizados advindos da extensão. Por fim, das ponderações elencadas, este trabalho reforça ainda mais o fundamental papel da extensão universitária para uma formação acadêmica de qualidade e direcionada às solutividades das verdadeiras aflições que assolam a população brasileira.


Palavras-chave


Extensão universitária; Relações Interprofissionais; Relações Interinstitucionais; Relações Comunidade-Instituição.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/interag.2019.40263

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


ISSN: 1519-8847 | E-ISSN: 2236-4447
Depext-SR3/UERJ