ESTRATÉGIAS EDUCATIVAS PARA A PREVENÇÃO DO USO E ABUSO DE DROGAS NO ENSINO MÉDIO: CONSTRUINDO PROJETOS EM PARCERIA COM UNIVERSIDADE

Miriana Teixeira da Costa, Janice Henriques Silva, Audrey Heloisa Ivanenko Salgado, Débora d’Ávila Reis

Resumo


O uso e abuso de drogas é hoje no Brasil um problema social e de saúde pública e pesquisas afirmam que o uso entre os adolescentes vem crescendo nos últimos anos. Este artigo tem como objetivo apresentar as ações de educação em saúde para a prevenção do uso e abuso de drogas, desenvolvidas pelo programa de extensão “PAES– Programa de Ações Educativas em Saúde.” As ações foram desenvolvidas com 326 alunos do ensino médio de uma escola pública em Belo Horizonte (MG), na faixa etária de 15 a 18 anos, sendo cinco turmas do 1° ano, quatro turmas do 2° ano e quatro turmas do 3° ano. Durante as intervenções a equipe pode perceber que os estudantes têm conhecimentos superficiais sobre o assunto. Eles compreendem que o uso da droga pode trazer danos à saúde e consequências sociais, mas eles não sabem o mecanismo de ação da droga no corpo humano. Por isso há necessidade de novas propostas e práticas educativas, para que quando bem aplicadas elas possam contribuir para a prevenção do uso e abuso de drogas em escolares.


Palavras-chave


Adolescentes. Drogas. Escola. Prevenção

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/interag.2018.28441

ISSN: 1519-8847 | E-ISSN: 2236-4447
Depext-SR3/UERJ