O Museu do Barro da UFSJ e o resgate da cerâmica Quilombola de Palmital e Jaguara

Lilian Góis, Vítor Augusto do Nascimento, Isis Bey Trindade, Zandra Coelho de Miranda

Resumo


DOI: 10.12957/interag.2016.23574

Este relato se refere ao Programa de Extensão Museu do Barro da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), que, em colaboração com o Programa de Extensão Tugu-ná, da mesma Universidade, ampliou o escopo de sua ação em 2014, iniciando uma prospecção de argilas e engobes nos Quilombos de Palmital e Jaquara, com a finalidade de realização de oficinas de cerâmica e de resgate do tradicional fazer cerâmico das Comunidades Quilombola.


Palavras-chave


Ceramica, Educação, Identidade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/interag.2016.23574


ISSN: 1519-8847 | E-ISSN: 2236-4447
Depext-SR3/UERJ