Considerações sobre o PIBID: a abordagem CTS e a formação inicial

Adrieli Gorlin Toledo, Kelly Mayara Poersch, Bárbara Grace Tobaldini de Lima

Resumo


DOI: 10.12957/interag.2016.15917

O PIBID/Biologia presente no curso de Licenciatura em Ciências Biológicas aproximou a Universidade e a Educação básica, dessa forma os futuros docentes tiveram um contato mais efetivo com o ambiente de atuação profissional, desenvolvendo sua autonomia e personalidade como professor. O programa permitiu ao acadêmico em formação inicial um contato e interação com a escola, ao mesmo tempo em que apresentou um aporte teórico para a produção dos módulos didáticos. No ano de 2014 o PIBID/Biologia trabalhou com a abordagem CTS, a qual teve como intuito promover o letramento cientifico e tecnológico abrangendo um tema social presente no cotidiano do aluno. Conforme relato dos pibidianos participantes do programa, os mesmos tiveram dificuldades em trabalhar essa abordagem, porém ficaram realizados ao promover um aluno ativo e presente durante toda a construção do conhecimento. Também destacaram, que os alunos se tornaram mais participativos devido a metodologia ser diferente da tradicional. Outro aspecto importante foi a escolha dos temas “Vacinação contra o HPV (Papiloma Vírus Humano)” e “Conservação dos alimentos”, pois estes nortearam todo desenvolvimento dos módulos didáticos, e apesar das dificuldades, possibilitaram aos pibidianos uma visão ampla ao trabalhar o ensino de ciências, bem como quebraram as barreiras tornando o estudo interdisciplinar.


Palavras-chave


Abordagem CTS; exercício da docência; processo de ensino e aprendizagem; interdisciplinaridade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/interag.2016.15917

ISSN: 1519-8847 | E-ISSN: 2236-4447
Depext-SR3/UERJ