Em busca de outras coordenadas epistêmicas: breve enunciação entre decolonialidade e a formação universitária de professores indígenas no Amazonas

Luciane Rocha Paes, Rita floramar fernandes dos Santos, Helenice Aparecida Ricardo, Alva Rosa Lana Vieira

Resumo


O presente texto tem por objetivo apresentar uma interlocução sobre os pressupostos decoloniais e a interculturalidade crítica a partir do contexto do ensino universitário e da formação de professores indígenas, posto que, os povos indígenas, por um contexto de luta e resistência, cada vez mais estão tendo acesso às universidades, porém a linguagem e o discurso nestes espaços ainda são eurocêntricos e assimétricos, em certa medida silenciam a voz da interlocução dos saberes, dos conhecimentos e da ciência ancestral produzida pelos povos indígenas. Com isso, propomos neste escrito enunciados para pensar as pluralidades de conhecimentos e saberes tradicionais que possibilite este caminho como inferência a alteridade, a democracia e a diversidade, prerrogativas a fim de fortalecer e transpor arranjos hegemônicos presentes nas estruturas institucionais.


Palavras-chave


Pedagogia decolonial; interculturalidade crítica; povos indígenas; Formação e Insurgência Universitária; Universidade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/intellectus.2022.66097

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2022 Intellèctus



Grupos de Pesquisa:

 
Financiamento:

Indexada em:

Open Academic Journals Index  
Dialnet
 
 
 
 
 
https://sumarios.org/revista/intell%C3%A8ctus
 

 https://scholar.google.com.br/citations?user=ruuQn9oAAAAJ&hl=pt-BR

 

Redes sociais:

https://www.instagram.com/intellectus.uerj/