Experiências e reflexões sobre a prática docente Anti/Contra/Decolonial no ensino da História na escola pública e suas relações com o Museu da Maré como uma ferramenta pedagógica da Educação Popular

Francisco Overlande Manço de Souza, Noélia Rodrigues Pereira Rego, Humberto Salustriano da Silva

Resumo


O artigo trata da experiência de prática docente decolonial em turmas do ensino médio em  escolas da rede pública do estado do Rio de Janeiro tendo como proposta pedagógica a utilização do Museu da Maré como exemplo de pedagogia Anti/Contra/Decolonial que pode ser usada em sala de aula como forma de contrapor uma historiografia tradicional eurocentrada. A experiência museológica e epistemológica do Museu da Maré nos oferece subsídios didáticos para uma historiografia alinhada aos grupos subalternizados, quando utiliza em suas práticas elementos da Educação Popular, alinhados ao da Anti/Contra/Decolonialidade.


Palavras-chave


Anti/Contra/Decolonialidade; Ensino de História; Museu da Maré.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/intellectus.2021.58444

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Grupos de Pesquisa:

 
Financiamento:

Indexada em:

Open Academic Journals Index Dialnet
 
https://sumarios.org/revista/intell%C3%A8ctus
 

 https://scholar.google.com.br/citations?user=ruuQn9oAAAAJ&hl=pt-BR

 

Redes sociais:

https://www.instagram.com/intellectus.uerj/