A INCLUSÃO DIGITAL NA ESCOLA PARA A ERRADICAÇÃO DO ANALFABETISMO TECNOLÓGICO

Angela Fernandes Melo

Resumo


DOI: 10.12957/e-mosaicos.2016.26618

O presente trabalho busca discorrer sobre a importância da Inclusão Digital dentro das escolas, criando oportunidades de uma interação entre alunos, professores e comunidade. E tem como objetivo geral analisar a forma de inclusão digital empregada nas instituições de ensino, envolvendo, como principal condição, o acesso ao exercício da cidadania dentro da sociedade moderna. O interesse pelo tema justifica-se pela preocupação de a exclusão digital ser a causa maior do analfabetismo tecnológico, ampliando as desigualdades, o que é uma violência velada. Trata-se de um estudo teórico reflexivo bibliográfico de cunho qualitativo, cuja escolha dos autores deve-se à natureza de suas experiências que falam sobre o uso da internet na educação como “interação humana”, a possível redução da massa de analfabetismo tecnológico e inserção dos sujeitos em programas que visam a inclusão digital nas escolas. Sua finalidade é abordar a inclusão digital, tendo como princípio a conscientização de que não se trata exclusivamente de disponibilizar computadores para o uso da comunidade, mas depende da forma como essa tecnologia é empregada e vem a atender às necessidades dessas pessoas ao acesso à informação e ao conhecimento dessa ferramenta. A inclusão digital ganha significação ao ser introduzida num ambiente escolar com perspectivas de novas oportunidades que visam melhorar a educação tornando-a de qualidade e para todos.

 

Recebido em: 01/08/2016 | Aceito em: 03/10/2016


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/e-mosaicos.2016.26618


ISSN: 2316-9303 | Indexada em: