Estado nutricional e qualidade de vida de pacientes em tratamento crônico de hemodiálise em lista de espera de um centro de transplante renal em Fortaleza, Ceará

Andressa Eslayne Caldas Sales, Lívia Torres Medeiros, Nayranne Hivina Carvalho Tavares, Brena Custódio Rodrigues, Francisca Isabelle da Silva e Sousa, Priscila da Silva Mendonça, Ana Filomena Camacho Santos Daltro

Resumo


Objetivo: Investigar a associação entre o estado nutricional e a qualidade de vida de pacientes dialíticos em lista de espera para Transplante Renal (TxR) de um centro de transplante em Fortaleza, Ceará. Métodos: Estudo caráter transversal analítico, realizado entre agosto a outubro de 2018, no qual foram avaliados o estado nutricional (EN) e a qualidade de vida (QV), utilizando a versão brasileira do questionário SF-36, em 52 pacientes de um centro de TxR de um hospital universitário da rede pública de saúde. Resultados: Observou-se que a maioria dos pacientes eram eutróficos de acordo com os parâmetros índice de massa corporal (59,6%), circunferência do braço (48,1%) e circunferência muscular do braço (75,0%); no entanto, de acordo com prega cutânea triciptal, 59,6% da amostra encontrava-se desnutrida. Com relação às dimensões de QV, verificou-se que os “Aspectos Físicos” e “Estado Geral de Saúde” tiveram os piores escores, mas apresentaram associação significativa com o sexo feminino (p=0,046) e com o IMC (p=0,010), respectivamente. Já a dimensão “Capacidade Funcional” apresentou associação significativa com a população masculina (p=0,045). Conclusão: Observou-se comprometimento em algumas das dimensões de QV, as quais sugeriram guardar relação com o sexo e o EN. Assim, ressalta-se a importância da realização periódica do diagnóstico nutricional e da avaliação da QV, visto que os pacientes renais dialíticos listados merecem atenção especial, pois apresentam diversas fragilidades físicas, sociais e emocionais, que podem comprometer aspectos importantes no EN e na QV durante o cuidado antes e após o TXR e impactar no tratamento da doença.

 


Palavras-chave


Estado nutricional. Qualidade de vida. Doença renal crônica.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.12957/demetra.2020.45827

e-ISSN: 2238-913X


Esta revista está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.