Segurança alimentar de famílias com pré-escolares da zona rural de um município do Vale do Paraíba paulista

Alexandra Magna Rodrigues, Évelin de Carvalho Santos, Talita Pisciotta Faria, Aline Liz Faria, Edna Maria Querido Oliveira Chamon

Resumo


Objetivo: Avaliar a situação de segurança alimentar de famílias com crianças pré-escolares da zona rural de um município do Vale do Paraíba paulista. Métodos: Estudo transversal e analítico, com questionário socioeconômico, demográfico e sobre o plantio de hortas e pomares nos domicílios, além da Escala Brasileira de Insegurança Alimentar. Os dados foram tratados por meio da estatística descritiva e os testes de hipóteses seguiram nível de significância de 5%. Resultados: Participaram da pesquisa 98 mães de crianças de quatro meses a seis anos de idade, moradoras da zona rural. Verificou-se que 51% das famílias estavam em situação de insegurança alimentar, prevalecendo a forma leve. Encontrou-se associação entre insegurança alimentar e as variáveis: escolaridade materna, renda familiar e recebimento de benefício social. Conclusão: Número considerável de famílias se encontrava em situação de insegurança alimentar; os fatores associados se relacionam com a vulnerabilidade social das famílias, demonstrando a necessidade de melhoria nas condições de vida e acesso aos alimentos para as famílias.

 


Palavras-chave


Segurança Alimentar e Nutricional. Criança. Zona Rural. Pré-Escolar.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.12957/demetra.2020.42451

e-ISSN: 2238-913X


Esta revista está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.