A CONSTITUIÇÃO DE UMA COZINHA SOLIDÁRIA, O APROVEITAMENTO DE PERDAS PÓS-COLHEITA E A SEGURANÇA DE ALIMENTOS: AVANÇOS E DESAFIOS NO ENFRENTAMENTO DA VULNERABILIDADE SOCIAL

Juçara Alvarindo Brito Soledade, Ryzia de Cassia Vieira Cardoso, Lara Conceição Campos Pena, Karla Vila Nova de Araújo Figueirêdo, Tereza Cristina de Oliveira e Oliveira

Resumo


No Brasil, a pobreza e a fome incluem condições que ferem a dignidade da vida humana e representam exclusões para a maior parte da população. Ao mesmo tempo, observa-se elevado índice de perda de alimentos, o que é um paradoxo à luz do conceito de segurança alimentar e nutricional. De modo a reduzir problemas nesta área, algumas iniciativas têm sido conduzidas, pautadas em princípios de Economia Solidária. Assim, este estudo objetivou analisar avanços e desafios na experiência de constituição de uma cozinha solidária, voltada para o aproveitamento de perdas pós-colheita e a promoção da segurança de alimentos, junto a comunidades vulneráveis, em Salvador, Brasil. Trata-se de estudo de intervenção, descritivo, envolvendo atividades em quatro dimensões: mobilização popular para o trabalho em Economia Solidária; a constituição do espaço de trabalho; formações em higiene e para a produção e comercialização de alimentos. A avaliação do processo seguiu uma matriz de análise própria, com indicadores para todas as dimensões consideradas. Observaram-se diferentes desafios no estabelecimento do empreendimento solidário, especialmente na mobilização e na constituição do grupo, conflitos internos, no escoamento dos produtos e na formalização da atividade. Apesar desses limites, registraram-se avanços quanto à formação cidadã, ao estabelecimento de princípios solidários - igualdade, cooperação, respeito, economia e cuidado com o outro, e à qualificação profissional. Assim, avalia-se a cozinha solidária como estratégia relevante para amenizar as adversidades vividas pelos menos favorecidos, ao aliar inclusão social em uma nova ótica de trabalho, diferente do sistema hegemônico de produção.

DOI: 10.12957/demetra.2017.28209

 


Palavras-chave


Segurança Alimentar e Nutricional. Trabalho Social. Rede Social. Produção de Alimentos.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.12957/demetra.2017.28209