PREVALÊNCIA DE ANEMIA EM GESTANTES ACOMPANHADAS NAS UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE DO MUNICÍPIO DE CARUARU-PE

Weslla Karla Albuquerque Silva de Paula, Elaine Aparecida da Silva Gomes, Islane Carla da Silva

Resumo


Objetivo: Verificar a prevalência de anemia em gestantes acompanhadas nas unidades básicas de saúde do município de Caruaru, Pernambuco. Métodos: Estudo transversal, de natureza quantitativa, realizado a partir de dados secundários extraídos do banco de informações da pesquisa intitulada “Estado nutricional de gestantes: aspectos metodológicos epidemiológicos e implicações na assistência pré-natal”. Realizou-se um recorte com as informações do referido município, sendo a amostra composta por 141 gestantes. A retirada de dados foi orientada por um instrumento contendo as variáveis de interesse do estudo, que envolviam aspectos sociodemográficos, antecedentes obstétricos e dados da gravidez atual. O desfecho “anemia” foi considerado como Hb < 11 mg/dl, segundo critérios adotados pela Organização Mundial da Saúde. Utilizou-se software Epi-info 7 para realizar as análises descritivas e bivariadas.  Resultados: A prevalência de anemia encontrada foi de apenas 5%. Maiores frequências de anemia foram observadas em gestantes adolescentes, com baixa escolaridade, pertencentes a menores classes econômicas, que realizaram apenas uma a duas consultas pré-natais, com início de acompanhamento no 2º e 3º trimestres e sem tratamento antianêmico na gestação atual. A análise bivariada não mostrou associação entre o desfecho “anemia” e as variáveis explanatórias avaliadas. Conclusão: Os achados desta pesquisa mostraram baixa prevalência de anemia pelos níveis de hemoglobina no município de Caruaru-PE, sugerindo a necessidade de novas investigações sobre os fatores envolvidos na determinação desta deficiência nutricional.

DOI: 10.12957/demetra.2016.17431

 

 


Palavras-chave


Anemia ferropriva; Gestante; Hemoglobina.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.12957/demetra.2016.17431

e-ISSN: 2238-913X


Esta revista está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.