PRÁTICAS ALIMENTARES DO GRUPO INDÍGENA KARIRI-XOCÓ, DE LAURO DE FREITAS-BA: SUSTENTABILIDADE E DESAFIOS EM CONTEXTOS DE MUDANÇAS

Sandra Simone Queiroz de Morais Pacheco, Kate Oliveira Xavier

Resumo


O grupo indígena Kariri-Xocó é composto por dois grupos familiares oriundos das etnias Kariri, do Ceará, Xocó, da Ilha de São Pedro-SE, e Fulni-ô, de Águas Belas-PE. O objetivo deste trabalho é descrever suas práticas alimentares na perspectiva de problematizar as condições de autossustentabilidade alimentar, assim como as relações com o mercado de consumo local, a partir do estabelecimento do grupo em uma área no município de Lauro de Freitas-BA. O percurso metodológico adotado foi uma observação participante realizada entre setembro e dezembro de 2012, abarcando os aspectos relacionados a produção, aquisição, preparação e distribuição familiar dos alimentos. Os dados apontam uma produção local insuficiente para a provisão alimentar, sendo a alimentação marcada pela presença de alimentos industrializados em conjunção com frutas nativas encontradas na área. Os recursos financeiros para a compra de alimentos provêm do salário mínimo de um dos moradores, do Programa Bolsa Família, de doações e da venda de artesanatos. A mudança do grupo do local de origem para a reserva indígena Thá-Fene, em Lauro de Freitas, ocorreu em busca de melhores condições de sobrevivência, mas a área se mostra insuficiente para a autossustentação grupal. O excessivo consumo de produtos industrializados, em detrimento de alimentos in natura, é a maior mudança sentida pelos índios. Mudanças alimentares estão ocorrendo na alimentação dos grupos indígenas em geral, com repercussões em diversos setores da vida comunal, entre elas a diminuição das condições de autossustentabilidade e a crescente dependência dos mercados das cidades próximas às áreas indígenas.

DOI: 10.12957/demetra.2015.16082

 


Palavras-chave


Práticas Alimentares-Consumo-Sustentabilidade

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.12957/demetra.2015.16082

e-ISSN: 2238-913X


Esta revista está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.