IMAGENS DA INFÂNCIA EM PRECISAMOS DE NOVOS NOMES, DE NOVIOLET BULAWAYO

Shirley de Souza Gomes Carreira

Resumo


O texto propõe a análise do romance Precisamos de novos nomes, da escritora zimbabuense NoViolet Bulawayo pelo viés da representação da infância. Embora não seja uma obra especificamente destinada a crianças e jovens, a autora promove uma leitura contundente da condição de vida de muitas crianças africanas no mundo contemporâneo. Sem apelar para a tradição tão presente nos povos africanos, Bulawayo cria uma narradora de dez anos que, apesar de ser ainda uma criança, é suficientemente capaz de compreender o mundo em que vive, descrevendo-o em toda a sua crueza e acalenta o sonho de emigrar para os Estados Unidos. O romance se divide entre a infância na África e a experiência da migração e convoca o leitor à reflexão sobre os conflitos gerados pela crise de pertencimento.


Palavras-chave


Infância. Migração. Pertencimento. Precisamos de novos nomes.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/seminal.2022.60387

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1414-4298 | e-ISSN: 1806-9142

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.