A SOCIEDADE DO CONHECIMENTO EM CONTEXTOS EMERGENTES

Rosa Maria RIGO, Maria Inês Côrte VITÓRIA

Resumo


No presente artigo analisa-se a relevância das tecnologias digitais nas práticas pedagógicas, bem como se reflete sobre o papel e as competências do professor mediador nos processos de ensino e de aprendizagem. Visa-se a avaliar questões como: (a) qual é a importância da reflexão no fazer pedagógico do professor?; (b) quais são as implicações da reflexão sem ação?; (c) reflexão versus ação/inovação: como operacionalizar?; (d) qual é o papel da mediação pedagógica em diferentes contextos educativos? Quanto ao arcabouço teórico, parte-se de algumas teorias e conceitos apresentados por García Aretio (2012) e por autores renomados como Bauman (2007), Nóvoa (2009), Santarosa (2010), Valente e Moran (2011), Palfrey e Gasser (2011), Tébar (2011), Mello (2004), Souza; Depresbiteris; Machado (2003), entre outros, que acreditam na potencialidade das tecnologias digitais quando inseridas adequadamente no contexto educacional, nas modalidades presencial e a distância. A metodologia utilizada no estudo que deu base a este artigo esteve pautada nos princípios da pesquisa qualitativa. Como achados mais significativos da investigação, destacam-se: a ação reflexiva como processo na busca de soluções lógicas e racionais necessárias ao fazer pedagógico, a necessidade de incorporar a ação às reflexões, a relevância da mediação pedagógica, bem como a necessidade de inovação nas práticas pedagógicas para elas se adequarem às novas exigências educacionais demandadas pelo contexto emergente no qual nos encontramos.

 

Palavras-chave: mediação pedagógica; inovação; educação a distância.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/cadsem.2016.17475

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1414-4298 | e-ISSN: 1806-9142

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.