A REDAÇÃO COMO UM ATO DE LINGUAGEM MONOLOGAL

Maria de Fátima Fernandes BISPO

Resumo


Neste artigo, a autora realiza algumas reflexões sobre o processode produção de redações, a partir dos conceitos sobre linguagem ediscurso, apresentados pelo semiolinguista Patrick Charaudeau. Paratal, foram selecionadas algumas redações de candidatos ao vestibular daUniversidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Nessa análise, visou-semostrar que, apesar de os sujeitos dessa situação de comunicação nãoestarem presentes fisicamente, essas redações constituem um ato delinguagem, que nesse caso, é monologal.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/cadsem.2014.14886

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1414-4298 | e-ISSN: 1806-9142

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.