O ESPAÇO DECADENTISTA EM “HISTÓRIA DE GENTE ALEGRE”, DE JOÃO DO RIO

Veridiana Mazon Barbosa da SILVA, Alexander Meireles da SILVA

Resumo


Este artigo tem como objetivo principal discutir a relação espaçox personagens em um conto do escritor carioca João do Rio a partir deelementos do Decadentismo, abordando como uma das personagensda obra “História de gente alegre”, publicado na coletânea Dentroda noite (1910) incorpora o espaço decadente e opressor e levaoutra personagem, inocente e sem vícios, a perdição. Em segundoplano, a pesquisa busca também compreender a representação dohomoerotismo feminino neste espaço opressor e corruptor do séculopassado, onde o que imperava era o preconceito e o moralismo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/cadsem.2014.14484

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1414-4298 | e-ISSN: 1806-9142

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.