A ADAPTAÇÃO LITERÁRIA DE DOM QUIXOTE PARA JOVENS: ESTRATÉGIAS NARRATIVAS E O DIÁLOGO COM O LEITOR

Diógenes Buenos Aires, Jeanne Sousa da Silva

Resumo


Este artigo aborda a tradução adaptada de Dom Quixote de La Mancha, de Miguel de Cervantes, realizada por Ferreira Gullar. O estudo centra-se na análise das estratégias utilizadas por Gullar para aproximar o clássico cervantino do jovem leitor. Para isso, utilizou-se do aporte teórico da estética da recepção, de Jauss (1994), pois a referida teoria tem como princípio geral a experiência do leitor como fonte primordial para a compreensão dos fatos literários, tanto em sua configuração estética quanto histórica. Foi necessário ainda, trilhar pela teoria da tradução de Lefevere (2007), bem como pelos estudos de Carvalho (2014), Monteiro (2010), Amorim (2005), por discutirem conceitos e apontarem para a iminência de uma teoria da adaptação.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/cadsem.2015.14465

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1414-4298 | e-ISSN: 1806-9142

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.