Celeridade ao Acesso aos Recursos Genéticos a aos Conhecimentos Tradicionais Associados: Mecanismos Adotados na Regulamentação Nacional / Accelerating the Access to Genetic Resources and to Associated Traditional Knowledge:Mechanisms Adopted by...

Rosemary de Sampaio Godinho, Maurício Jorge Pereira da Mota

Resumo


DOI: http://dx.doi.org/10.12957/rdc.2012.9695

Trabalho recebido e avaliado pelos Conselhos Editorial e Executivo da Revista de Direito da Cidade

Resumo: No Brasil, o acesso aos recursos genéticos e aos conhecimentos tradicionais a eles associados é regulamentado pela Medida Provisória 2.186-16/01. O caráter provisório da legislação que regula o tema perdura há mais de dez anos, sem data prevista para a edição de uma legislação definitiva. O Conselho de Gestão do Patrimônio Genético (CGEN), criado pela Medida Provisória era inicialmente o único órgão responsável para análise e emissão de licenças para acesso e coleta de todo o patrimônio natural e seus conhecimentos associados. Essa centralização gerou inúmeros entraves na emissão de tais licenças.Na tentativa de dar maior celeridade ao processo, o CGEN credenciou várias instituições, delegando a elas autorizações para emissão de licenças. Os órgãos credenciados foram o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), o que demonstrou uma descentralização não só para vários órgãos, como para vários ministérios, que obrigatoriamente terão que atuar em sintonia para que os objetivos de tal descentralização sejam alcançados.

 

Palavras-chave: Acesso, Conhecimentos Tradicionais Associados, Órgãos Competentes, Recursos Genéticos

 

Abstract: The access ofthegeneticresourcesandtraditionalknowledgeassociated in Brazil,isregulatedbythe Provisional Law2.186-16/01 The provisional nature oflegislationremains for more than ten years, and there is not any prediction for afinal definitive law. The Genetic Heritage Management Council(CGEN), createdby Provisional Lawwasinitiallytheuniquebodyresponsibleforanalysisandissuelicensesforaccessandcollectionofallnaturalheritageanditsassociatedknowledge. This centralization has generated several difficulties forissuingsuchlicenses. Inanattemptto make the process more quickly, the CGEN gave credentials several institutions, delegating to the mauthorizationtoissuelicenses. TheseinstitutesweretheBrazilianInstitutefortheEnvironmentandRenewable Natural Resources(IBAMA), the Chico Mendes Institute for the Biodiversity Conservation  (ICMBio), the National Council for Scientificand Technological Development (CNPq) and the Institute of Historical and Artistic Heritage(IPHAN), showing a decentralization not only to several organs, but for various state departments, whichnecessarilywillhavetoworkinharmonysothattheobjectivesofsuchdecentralizationareachieved.

 

Key Words: Access, Associated Traditional Knowledge, Competent Bodies, Genetic Resources.


Palavras-chave


Acesso, Conhecimentos Tradicionais Associados, Órgãos Competentes, Recursos Genéticos

Texto completo: PDF

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

 

Indexada em | Indexed by:

Directory of Open Access Journals

Resultado de imagem para "ebsco"

Resultado de imagem para scilit

LA Referencia

 

http://www.journaltocs.ac.uk/API/blog/images/journaltocslogo.jpg

Resultado de imagem para suncatResultado de imagem para "American Association for the Advancement of Science"

Resultado de imagem para lexis nexis3d rendered picture of high peaks and cloud, with typographic logo for JURNSHERPA/RoMEO Logo

http://www.journaltocs.ac.uk/API/blog/images/journaltocslogo.jpgLA Referencia

 

Resultado de imagem para google scholarhttp://www.lib.uct.ac.za/sites/default/files/image_tool/images/14/web-science_1_cus.png

 

Ver outras indexações da Revista

Periódico associado | Associated journal:

Associação Brasileira de Editores Científicos – ABEC