QUESTÕES PONTUAIS NA ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR:

Rosangela M. Luft

Resumo


 

O planejamento urbano lida com uma realidade plural e contingente, razão pela qual não pode ser entendido como ato, mas como (ininterrupto) processo. A despeito de sua mutabilidade, a legislação traz alguns elementos que definem pautas e limites ao planejamento. O primeiro e principal deles foi a criação do Plano Diretor como protagonista do planejamento e ordenação das cidades. Com a finalidade de ser um plano operável na realidade concreta e efetivo para os objetivos de desenvolvimento urbano – a denominada factibilidade ética – o Plano Diretor deve observar algumas regras básicas na sua elaboração, como os limites de ação do Município, a forma, o alcance de sua regulamentação, sua abrangência territorial, os mecanismos de gestão e a demarcação do princípio da função social da propriedade urbana.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/rfd.2010.1374

Indexada em:

Journals for Free

Endereço: Campus Maracanã, Pavilhão João Lyra Filho, 7º andar, Bloco F, sala 7123 Para atendimentos, agende um horário, através do e-mail: rfd.uerj@gmail.com  Telefones: (21) 2334-0507 e (21) 2334-2157. ISSN: 22363475.