NOVAS FORMAS DE SUBORDINAÇAO NO CONTRATO DE TRABALHO: UMA REFLEXÃO ACERCA DA SUBORDINAÇÃO ESTRUTURAL

Liana Holanda Melo, Luana Silveira de Andrade

Resumo


DOI: 10.12957/rfd.2015.13180

O presente estudo se propõe a analisar o conceito e as novas formas de subordinação no âmbito trabalhista. O modelo Fordista de subordinação, fortemente hierarquizado e verticalizado, dá azo ao modelo Toyotista, que introduz a colaboração, a flexibilidade e as relações de comando horizontalizadas. Com a evolução das formas de trabalho, surge a terceirização e, como sua principal consequência, a caracterização da subordinação estrutural, não prevista pelo ordenamento jurídico pátrio. Através de estudos jurisprudenciais, compreende-se esta nova forma de subordinação, restando clara sua importância e sua forte expressão no contexto atual.


Palavras-chave


Subordinação. Contrato de Trabalho. Terceirização

Texto completo:

versão português


DOI: https://doi.org/10.12957/rfd.2015.13180

Indexada em:

Journals for Free

Endereço: Campus Maracanã, Pavilhão João Lyra Filho, 7º andar, Bloco F, sala 7123 Para atendimentos, agende um horário, através do e-mail: rfd.uerj@gmail.com  Telefones: (21) 2334-0507 e (21) 2334-2157. ISSN: 22363475.