A integração avícola catarinense: o trabalho precarizado oculto na contratualização

Edivane de Jesus

Resumo


Este artigo é fruto de pesquisa que teve por objetivo analisar,dentro de uma perspectiva crítico-dialética, o sistema de integração na produção de aves no oeste catarinense, particularmente relativo ao processo de trabalho e a relação contratual entre avicultores integradose a agroindústria Sadia. Aqui analisamos a relação da produção integrada de aves no oeste catarinense com a agricultura familiar, fazendo um paralelo com as análises marxianas acerca da relação manufatura e trabalho a domicílio, buscando evidenciar que o trabalho familiar no sistema de integração não é apenas forma de extração de mais mais -valia pelo capital, como também tende a atualizar formas agressivas e brutais de aumentar a produtividade do capital através de maior espoliação doprodutor, isto é, do trabalhador e sua família, sob a aparência de uma relação contratual moderna, na qual vigora a figura jurídica da parceriade modo a ocultar a precarização

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/rep.2012.5107

 

 

                                              

ISSN: 1414-8609 | e-ISSN: 2238-3786 JournalDOI: http://doi.org/10.12957/rep

Licença Creative Commons