2018: 50 Anos entre Permanências e o Recrudescimento da Violência de Estado / 2018: 50 years between Continuities and the Intensification of State Violence

Fernanda Ferreira Pradal, Noelle Resende

Resumo


DOI: 10.1590/2179-8966/2018/34242

Resumo

A violência institucional no Brasil é um fenômeno condicionado por permanências do período ditatorial. A intervenção federal-militar no Rio de Janeiro e o espaço aberto aos militares na gestão golpista de Michel Temer apontam para um cenário de recrudescimento no campo dos direitos humanos e colocam em análise as perspectivas políticas para o pós 2018. 

Palavras-Chave: Permanências da Ditadura; Direitos Humanos; Recrudescimento da Violência de Estado.

Abstract:

The state violence in Brazil is a phenomenon conditioned by the continuities of the dictatorial period. The federal-military intervention in Rio de Janeiro and the space opened to the military in the Michel Temer's illegitimate government point to a scenario of recrudescence in the field of human rights and call attention to the political perspectives for the post 2018.

Keywords: Continuities of the Dictatorship; Human Rights; Intensification of State Violence.


Palavras-chave


Permanências da Ditadura; Direitos Humanos; Recrudescimento da Violência de Estado / Continuities of the Dictatorship; Human Rights; Intensification of State Violence.

Texto completo:

PDF
';



Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Rua São Francisco Xavier, 524, S-E - Maracanã - Rio de Janeiro (RJ), Brasil - CEP: 20.550-013 - Email: 
direitoepraxis@gmail.com - ISSN: 2179-8966