A leitura literária forma bons juízes? Análise crítica da obra “Justiça Poética”

Andrés Botero Bernal

Resumo


DOI: 10.12957/dep.2016.21794


Andrés Botero-Bernal

Doutor em Direito. Professor e pesquisador universitário nas áreas de filosofia do direito e história do direito. E-mail: botero39@gmail.com.

Versão Original:

Botero, Andrés, “¿La lectura literaria forma buenos jueces? Análisis crítico de la obra ‘Justicia Poética’”, En: Suprema Corte de Justicia de la Nación, Argumentación jurisprudencial: Memorias del II Congreso Internacional de Argumentación Jurídica, México, Suprema Corte de Justicia de la Nación, 2012, pp. 209-278.

 

Tradução

Bruna Mariz Bataglia Ferreira

Mestranda em Teoria e Filosofia no Programa de Pós-Graduação em Direito da UERJ.

Renata Sabbatino Fernandes Santos

Graduanda em Direito pela  UERJ.

Taísa Regina Rodrigues

Mestranda em Teoria e Filosofia no Programa de Pós-Graduação em Direito da UERJ.

 


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/dep.2016.21794 ';



Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Rua São Francisco Xavier, 524, S-E - Maracanã - Rio de Janeiro (RJ), Brasil - CEP: 20.550-013 - Email: 
direitoepraxis@gmail.com - ISSN: 2179-8966