Características das situações estressantes em gestores universitários no contexto do trabalho

Fernanda Ax Wilhelm, José Carlos Zanelli

Resumo


O estresse constitui um fenômeno complexo que necessita ser compreendido por meio de diferentes contextos. É considerado positivo e necessário para a sobrevivência, e negativo quando sua exposição ocorre de maneira constante e incontrolável. O objetivo deste estudo foi analisar as situações estressantes vivenciadas por vinte e um gestores pertencentes a duas universidades públicas do Sul do País. Foi utilizado um roteiro de entrevista com perguntas semi-estruturadas. A análise dos dados foi feita por meio da construção de categorias, a partir das verbalizações dos participantes. Os gestores indicaram vivenciar situações estressantes, demonstrando ser o estresse uma condição inevitável. Essas situações foram relacionadas a lidar com pessoas; alta demanda de trabalho; processos burocráticos; características pessoais, entre outras. Nessas Universidades não há preparação para ser gestor. Os gestores indicaram a aquisição de experiência profissional durante o exercício do cargo de gestão e em cargos anteriores. Analisaram que maturidade e tempo de serviço também auxiliam no exercício da função.

Palavras-chave


Estresse; Gestão; Universidade

Texto completo:

HTML PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/epp.2013.8432

Licença Creative Commons
A revista Estudos e Pesquisas em Psicologia esta licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial 3.0 Não Adaptada.

 

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Instituto de Psicologia
© Estudos e Pesquisas em Psicologia
Rua São Francisco Xavier, 524, bloco F, sala 10.005, 10° andar, CEP 20550-013, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
Telefone: (21) 2334-0651

E-mail: revispsi@gmail.com