O discurso psicanalítico entre outros: considerações sobre Radiofonia

Fábio Santos Bispo, Marcelo Fonseca Gomes de Souza

Resumo


O objetivo deste artigo é fazer um comentário que esclareça os argumentos propostos por Lacan no texto Radiofonia. Empreendemos uma leitura crítica de cada questão proposta a Lacan na entrevista relatada nesse texto, buscando esclarecer pontos complexos de sua resposta e circunscrever possíveis linhas de leitura. Ao situar o discurso da psicanálise entre outros, como o da linguística, da antropologia e da filosofia, Lacan destaca, além da especificidade epistemológica, a dimensão de ruptura e de subversão que a noção de inconsciente engendra. Ao formalizar o modo de funcionamento dos diversos discursos a partir do esquema dos quatro discursos, Lacan nos oferece uma ferramenta que esclarece de forma ainda mais contundente o modo de operação do discurso psicanalítico.

Palavras-chave


Radiofonia; Inconsciente; Discurso da psicanálise

Texto completo:

HTML PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/epp.2013.8429

Licença Creative Commons
A revista Estudos e Pesquisas em Psicologia esta licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial 3.0 Não Adaptada.

 

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Instituto de Psicologia
© Estudos e Pesquisas em Psicologia
Rua São Francisco Xavier, 524, bloco F, sala 10.005, 10° andar, CEP 20550-013, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
Telefone: (21) 2334-0651

E-mail: revispsi@gmail.com