O trabalho de equipes interdisciplinares nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS)

Eduardo Breno Nascimento Bezerra, Edil Ferreira da Silva, Thaís Augusta Cunha de Oliveira Máximo, Jéssika Sonaly Vasconcelos Barbosa de Melo

Resumo


Este estudo teve como objetivo compreender a atividade de profissionais que compõem equipes interdisciplinares em Centros de Atenção Psicossocial (CAPS). Especificamente, buscou-se evidenciar a dimensão coletiva que se consubstancia a partir do trabalho interdisciplinar realizado nessas instituições. Para tanto, os pressupostos da Psicodinâmica do Trabalho e da Ergologia foram tomados como alicerce teórico dessa investigação. A pesquisa foi realizada com 19 profissionais que compõem equipes de três CAPS de um município de médio porte da Paraíba. Utilizou-se uma metodologia qualitativa com o uso das técnicas de observação e encontros coletivos de discussão sobre o trabalho. Os resultados apontaram que trabalhar em saúde mental na perspectiva psicossocial envolve situações diversas como as variabilidades da demanda, os tipos de usuários atendidos, os procedimentos realizados, o contato com as famílias e exigências como a necessidade de compartilhar atividades. Nesse sentido, a dimensão coletiva do trabalho interdisciplinar potencializa a gestão da atividade, entretanto parece ser fundamental o fortalecimento dos coletivos de trabalho com espaço grupal mais efetivo.

Palavras-chave


CAPS; profissionais; saúde mental; atividade

Texto completo:

PDF HTML


DOI: https://doi.org/10.12957/epp.2018.38115

Licença Creative Commons
A revista Estudos e Pesquisas em Psicologia esta licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial 3.0 Não Adaptada.

 

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Instituto de Psicologia
© Estudos e Pesquisas em Psicologia
Rua São Francisco Xavier, 524, bloco F, sala 10.005, 10° andar, CEP 20550-013, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
Telefone: (21) 2334-0651

E-mail: revispsi@gmail.com