‘Isto é um lugar de respeito!’: a construção heteronormativa da cidade-armário através da invisibilidade e violência no cotidiano urbano / ‘This is a respectful place!’: the heteronormative construction of the closet-city throughout the invisibility...

Claudio Oliveira Carvalho, Gilson Santiago Macedo Júnior

Resumo


Trabalho enviado em 16 de novembro de 2017. Aceito em 06 de janeiro de 2017.

DOI: 10.12957/rdc.2017.26356

Resumo

A cidade se ergue como um reflexo e como proteção das ideias e valores dominantes. A sociedade, que compõe a cidade, é heteronormativa, isto é, assimila a heterossexualidade como norma sexual legítima e moralmente constituída. Assim, a cidade também se constitui enquanto um ambiente que mitiga subjetividades, rejeitando as sexualidades e identidades de gênero desviantes da norma sexual posta. Através da compulsoriedade da heterossexualidade, isto é, da construção heteronormativa dos espaços urbanos temos o fenômeno da “cidade-armário”. A cidade-armário é a expansão do “armário” – entendido aqui como o ambiente de proteção/ocultação da sexualidade desviante à norma – para o âmbito urbano; é a utilização do espaço público e comum para a ocultação da população LGBT, sobretudo, através da sacralização heterossexual dos espaços, por meio dos discursos pró-família e pró-moralização do ambiente urbano. Assim, cumpre-se analisar a expansão da cidade-armário e como se ergue esse fenômeno através da invisibilidade e, consequentemente, da violência contra lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais.

Palavras-chave: Heteronormatividade; Cidade-Armário; Direito à Cidade; LGBT.

Abstract

The city rises as a reflex and as protection of the ideas and dominant values. The society, who composes the city, is heteronormative, i.e., assimilates the heterosexuality as the sexual legimate rule morally constituted. Thus, the city also is an environment that mitigates subjectivities, denying the sexualities and gender identities that diverges from the standardized sexual rule. Throughout the heterosexuality compulsoriness, i.e., the heteronormative composition of the urban spaces results in the “closet-city” phenomenon. The closet-city is the expansion of the “closet” – understood here as the environment of protection/hiding of the “devious” sexuality – for the urban scope; is the use of the public and common spaces in order to hide the LGBT population, specially through the heterosexual sacralisation of the spaces and pro-family and pro-moralization discourses of the urban territory. Thereby, the analysis of the expansion of the “closet-city” and how this phenomenom rises through the invisibility and, consequently, the violence against lesbians, gays, bisexuals, transvestites and transexuals must be assessed.

Keywords: Heteronormativity; Closet-City; Right to the City; LGBT.


Palavras-chave


Heteronormatividade; Cidade-armário; Direito à Cidade; LGBT

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/rdc.2017.26356

Direitos autorais

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons de Atribuição Não Comercial Sem Derivações 3.0 Não Adaptada disponível em: (https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/deed.pt

 

Indexada em | Indexed by:

Directory of Open Access JournalsResultado de imagem para "ebsco"Resultado de imagem para scilit

LA Referenciahttp://www.journaltocs.ac.uk/API/blog/images/journaltocslogo.jpgResultado de imagem para suncatResultado de imagem para "American Association for the Advancement of Science"

Resultado de imagem para lexis nexis3d rendered picture of high peaks and cloud, with typographic logo for JURNSHERPA/RoMEO Logohttp://www.journaltocs.ac.uk/API/blog/images/journaltocslogo.jpgLA ReferenciaResultado de imagem para google scholar

 

Ver outras indexações da Revista

Periódico associado | Associated journal:

Associação Brasileira de Editores Científicos – ABEC

 

Revista de Direito da Cidade
Endereço: Rua São Francisco Xavier, 524, Sala 7027 B – Maracanã – Rio de Janeiro – RJ Cep 20550-900
Telefone: (21) 23340823
email: revistadedireitodacidadeuerj@gmail.com