A reorganização urbana das metrópoles periféricas na era da financeirização global do capital / The reorganization of urban peripheral metropolises in the era of global capital financialization

Diogo de Calasans Melo Andrade, Rita de Cassia Barros de Manezes, Lisiane Paixão Silva Oliveira

Resumo


Trabalho enviado em 23 de agosto de 2016. Aceito em 21 de outubro de 2016.

DOI: 10.12957/rdc.2016.25207

Resumo

A globalização faz com que lugares se internacionalizem-se, transformando todas as cidades do mundo em um só lugar. A qualidade da vida urbana tornou-se uma mercadoria. Já a financeirização defende menos Estado e transforma o espaço urbano em ativo financeiro, capturando o público pelo privado. No mundo, governos renunciam seu papel de provedores da habitação para tornarem-se, apenas, facilitadores, criando um setor financeiro habitacional. Essas políticas de financeirização faz crescer o mercado financeiro, tornando possível ganhar mais dinheiro com as transações financeiras do que construindo novas moradias. A financeirização da moradia existe nos países capitalistas e, apesar da divergência doutrinária, defende-se, nesse artigo, que a financeirização existe nos países periféricos. Aqui esse processo está ligado às reformulações urbanas fundadas na remoção, com, por exemplo, a desapropriação dos imóveis da favela. Para o presente trabalho realizamos uma revisão da literatura de autores estrangeiros, como David Harvey e Henri Lefebvre, além dos principais autores brasileiros que escrevem sobre a matéria. Percebeu-se, também, que a política urbana no Brasil está sendo entregue nas mãos dos interesses imobiliários e financeiros privados, sendo o maior exemplo disso o Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV).

Palavras-chaves: política urbana, moradia, financeirização, mercadoria.

Abstract

Globalization makes places to internationalize, transforming every city in the world in one place. The quality of urban life has become a commodity. In other hand financialization advocates less state and transforms the urban space in a financial asset, capturing the public from the private. Around the world, governments renounce its role of housing providers to become just facilitators, creating a housing finance sector. These financialization policies makes the financial market grow, making it possible to make more money from financial transactions than building new housing. The housing financialization exists in the capitalist countries, and despite the doctrinal divergence, it is argued in this article in favor of financialization in the peripheral countries, including Brazil. Here this process is linked to urban reformulations based on the removal, with the dispossession of the slum properties. For this paper we conducted a literature review of foreign authors such as David Harvey and Henri Lefebvre, in addition to the main Brazilian authors who wrote on the subject. It was noticed also that urban policy in Brazil is being delivered into the hands of real estate and private financial interests, the largest example is the "Minha Casa Minha Vida" (PMCMV)

Keywords: urban policy, housing, financialization, merchandise.


Palavras-chave


política urbana, moradia, financeirização, mercadoria

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/rdc.2016.25207

Direitos autorais 2022 Revista de Direito da Cidade

Esta licença permite que outros distribuam, remixem, adaptem e criem a partir do seu trabalho, mesmo para fins comerciais, desde que lhe atribuam o devido crédito pela criação original: (https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/

 

Indexada em | Indexed by: 

Directory of Open Access JournalsResultado de imagem para "ebsco"Resultado de imagem para scilit

http://www.journaltocs.ac.uk/API/blog/images/journaltocslogo.jpgResultado de imagem para suncatResultado de imagem para "American Association for the Advancement of Science"LA ReferenciaResultado de imagem para lexis nexis

 

 

Ver outras indexações da Revista

Periódico associado | Associated journal:

Associação Brasileira de Editores Científicos – ABEC

 

Revista de Direito da Cidade
Endereço: Rua São Francisco Xavier, 524, Sala 7027 B – Maracanã – Rio de Janeiro – RJ Cep 20550-900
Telefone: (21) 23340823
email: revistadedireitodacidadeuerj@gmail.com