Intervenção e percursos: entre a idéia de estrutura e a manipulação da memória na Europa / Intervention and pathways: between the structure idea and the handling of memory in Europe

Victoriano Sainz Gutiérrez, Antônio Salvador de Matos Ricardo da Costa, Maria Beatriz Medeiros Kother

Resumo


DOI: http://dx.doi.org/10.12957/rdc.2015.16966

Trabalho enviado em 07 de junho de 2015. Aceito em 21 de junho de 2015.

Resumo

O presente trabalho analisa a forma de pensar a revitalização dos centros históricos estabelecendo percursos. A forma de pensar a cidade visando à intervenção no seu tecido histórico esteve, em alguns casos, articulada pela interpretação estrutural da cidade. Neste sentido o conceito de estrutura pode ter um papel importante. Portanto revisar os conceitos aplicados na estruturação dos percursos no âmbito do planejamento urbano que contempla a preservação é aqui objeto de reflexão. A cidade tem sido frequentemente pensada como dotada de uma estrutura susceptível de representar o seu todo. Esta ideia tem sido, ainda que por vezes de modo subliminar, expressa por autores que tiveram grande influência na forma de pensar o planejamento urbanístico nas últimas duas décadas: Kevin Lynch, Aldo Rossi, Carlo Aymonino e Edmund Bacon. Como exemplo da definição de percursos como elementos estruturadores tomamos o caso do planejamento estratégico realizado em Lisboa em 1992 onde a ideia de percurso/itinerário entrou no discurso urbanístico, a reboque do ideário do Planejamento Estratégico. Este fato ocorreu no âmbito da programação de Lisboa 94 - Capital Europeia da Cultura.

Palavras-chave: Planejamento estratégico – intervenção urbana – planejamento urbano

Abstract

This paper analyzes how to think the revitalization of historic centers established routes. The way to think of the city aimed at intervention in its historical fabric was, in some cases, articulated by structural interpretation of the city. In this sense the concept structure can play an important role. So review the concepts applied in the structuring of routes within the urban planning that includes the preservation is here the object of reflection. The city has often been thought of as endowed with a structure likely to represent the whole. This idea has been, albeit sometimes in a subliminal way, expressed by authors who have had great influence on the way of thinking about urban planning over the past two decades: Kevin Lynch, Aldo Rossi, Carlo Aymonino and Edmund Bacon. As an example of the definition of routes as structural elements take the case of strategic planning held in Lisbon in 1992 where the idea of ​​route / itinerary entered the urban discourse, ideology trailer Strategic Planning. This occurred in programming of Lisbon 94 - European Capital of Culture.

Keywords: Strategic planning - Urban intervention - urban planning


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/rdc.2015.16966

Direitos autorais 2022 Revista de Direito da Cidade

Esta licença permite que outros distribuam, remixem, adaptem e criem a partir do seu trabalho, mesmo para fins comerciais, desde que lhe atribuam o devido crédito pela criação original: (https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/

 

Indexada em | Indexed by: 

Directory of Open Access JournalsResultado de imagem para "ebsco"Resultado de imagem para scilit

http://www.journaltocs.ac.uk/API/blog/images/journaltocslogo.jpgResultado de imagem para suncatResultado de imagem para "American Association for the Advancement of Science"LA ReferenciaResultado de imagem para lexis nexis

 

 

Ver outras indexações da Revista

Periódico associado | Associated journal:

Associação Brasileira de Editores Científicos – ABEC

 

Revista de Direito da Cidade
Endereço: Rua São Francisco Xavier, 524, Sala 7027 B – Maracanã – Rio de Janeiro – RJ Cep 20550-900
Telefone: (21) 23340823
email: revistadedireitodacidadeuerj@gmail.com