A vontade nacional na filosofia de Condorcet

Patricia Carvalho Reis

Resumo


Neste artigo, analisaremos o significado da expressão “vontade nacional” no pensamento de Condorcet. Para isso, identificaremos as passagens em que o filósofo emprega esse termo e faremos uma interpretação do seu sentido. Ademais, exporemos alguns modos nos quais a vontade nacional pode aparecer nas obras desse autor. Como o iluminista esclarece, duas formas de a vontade nacional surgir sâo estas: quando os cidadãos interagem com os representantes na elaboração das leis ordinárias e, também, quando cidadãos e representantes participam da feitura da Constituição. Por fim, verificaremos as semelhanças e as diferenças entre as expressões “vontade nacional” em Condorcet e “vontade geral” em Rousseau.

 

Palavras-chave


 vontade nacional, Condorcet, vontade geral;

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/rqi.2021.62788


Esta licença permite que outros distribuam, remixem, adaptem e criem a partir do seu trabalho, mesmo para fins comerciais, desde que lhe atribuam o devido crédito pela criação original: (https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/

 

Indexada em | Indexed by:

Library of Congresshttp://www.journaltocs.ac.uk/API/blog/images/journaltocslogo.jpgResultado de imagem para road open access

SHERPA/RoMEO LogoResultado de imagem para "ebsco"Resultado de imagem para "American Association for the Advancement of Science"

 

Resultado de imagem para scilitResultado de imagem para erih plus3d rendered picture of high peaks and cloud, with typographic logo for JURN

Resultado de imagem para lexis nexisResultado de imagem para suncatLA Referencia

Resultado de imagem para "Current Research Information System In Norway"

 

Resultado de imagem para google scholarhttp://www.lib.uct.ac.za/sites/default/files/image_tool/images/14/web-science_1_cus.png

Ver outras indexações da Revista

Periódico associado | Associated journal:

Associação Brasileira de Editores Científicos – ABEC