(Re)significando o discurso dos Direitos Humanos: um diálogo a partir da educação em e para os Direitos Humanos / Redefining the discourse of Human Rights: a dialogue from the education in and for human rights

Amanda Netto Brum, Renato Duro Dias

Resumo


DOI: 10.12957/rqi.2017.25690

Este estudo propõe-se refletir acerca da concepção do discurso dos Direitos Humanos. Para tal, realizou-se uma revisão bibliográfica de cunho narrativo ancorada nos estudos culturais e pós-modernos de matriz crítica. Dessa forma, compreendendo que determinadas concepções (re)produzidas na ordem social concedem a determinados sujeitos o qualitativo da humanidade e marcam quais ficarão fora deste enquadramento, interroga-se, inicialmente, quais vidas são enquadradas como humanas e, portanto, sujeitas à humanidade e passíveis de Direitos Humanos, já em um segundo momento, realiza-se uma reflexão acerca da (re)significação discursiva sobre estes direitos. Pretende-se, por fim, evidenciar a necessária oposição a episteme tradicional do conhecimento, em especial quanto do discurso dos Direitos Humanos, pois, o regime de verdades, ao reafirmar a produção dos saberes por meio das relações de poder, engendra esse a construção discursiva hegemônica, bem como encerra o seu reconhecimento a atual política discursiva. Assim, entende-se que a educação em e para os direitos humanos constitui-se em potente espaço de transformação destes contextos, pois pode não apenas potencializar a produção de um conhecimento emancipado e dar voz a quem foi silenciado, mas, em especial, pode reconfigurar corpos e vidas precárias.

Palavras-chave: Direitos Humanos; Reconhecimento; Condição Humana; Discurso hegemônico; Educação em Direitos Humanos.

Abstract

This study aims at reflecting on the modern conception of the discourse of Human Rights. For this purpose, we performed a literature review from the research technique of indirect documentation, with a narrative nature, based on cultural and postmodern studies of critical matrix. Firstly, we ask about which lives are considered human and, consequently, subjected to humanity and prone to Human Rights. In a second moment, we made a reflection on the discursive redefinition of these rights. Thus, we intend to emphasize the necessary opposition to the traditional episteme of knowledge, especially regarding the discourse of Human Rights, since the regime of truths, by reaffirming the production of skills through power relations, allows it to make a hegemonic discursive construction, as well as restrains its knowledge in relation to the current discursive policy. In this approach, we understand that the education in and for Human Rights is a powerful space for changing these contexts, since it can not only optimize the production of an emancipated knowledge and give voice to those who have been silenced, but, especially, can reconfigure precarious bodies and lives.

Keywords: Human Rights; Recognition; Human Condition; Hegemonic discourse; Human Rights education.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/rqi.2017.25690

Indexada em | Indexed by:

Library of Congresshttp://www.journaltocs.ac.uk/API/blog/images/journaltocslogo.jpgResultado de imagem para road open access

SHERPA/RoMEO LogoResultado de imagem para "ebsco"Resultado de imagem para "American Association for the Advancement of Science"

 

Resultado de imagem para scilitResultado de imagem para erih plus3d rendered picture of high peaks and cloud, with typographic logo for JURN

Resultado de imagem para lexis nexisResultado de imagem para suncatLA Referencia

Resultado de imagem para "Current Research Information System In Norway"

 

Resultado de imagem para google scholarhttp://www.lib.uct.ac.za/sites/default/files/image_tool/images/14/web-science_1_cus.png

Ver outras indexações da Revista

Periódico associado | Associated journal:

Associação Brasileira de Editores Científicos – ABEC