PRÁTICAS DE EDUCAÇÃO MUSEAL ONLINE FORJADAS NA/COM AS REDES SOCIAIS DIGITAIS DA SEÇÃO DE ASSISTÊNCIA AO ENSINO DO MUSEU NACIONAL (SAE/MN)

Frieda Maria Marti

Resumo


O distanciamento físico e social gerada pela pandemia de COVID-19 causou o fechamento da maioria dos museus (94,7%). Estes voltaram sua atenção para as tecnologias digitais em rede (TDR) para manterem contato com seus públicos. A pandemia desvelou a difícil realidade enfrentada pelos profissionais da Educação Museal no Brasil e no resto do mundo, provocando debates locais e internacionais sobre profissionalização, demissões e formação. Diante da importância do campo e de seus profissionais para garantir o cumprimento da função social dos museus e dos desafios emergentes relacionados à formação dos educadores museais frente ao cenário sociotécnico contemporâneo, temos como objetivo narrar e discutir algumas práticas de Educação Museal Online (EMO) forjadas na/com as redes sociais da Seção de Assistência ao Ensino do Museu Nacional (SAE/MN) e seus praticantes seguidores desde 2018. As práticas narradas têm como intencionalidade central fomentar a participação ativa dos praticantes seguidores das/nas redes da SAE. A variedade de usos de diferentes linguagens, mídias e formatos característicos da cibercultura, evidenciou as potencialidades comunicacionais das tecnologias digitais em rede (TDR) como meio para acionar a participação ativa dos praticantes seguidores em ambiências conversacionais interativas que geraram o compartilhamento de emoções, a partilha e a produção coletiva e coautoral de ‘conhecimentossignificações’ em rede. As práticas de EMO aqui narradas e discutidas representam o alinhamento dos ‘fazeressaberes’ da Educação Museal ao contexto sociotécnico e comunicacional contemporâneo, isto é, à cibercultura.


Palavras-chave


educação museal online; educação museal; cibercultura; pandemia COVID-19; formação de educadores museais

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/periferia.2022.62237

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil  

Revista Periferia, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação, Cultura e Comunicação em Periferias Urbanas – PPGECC/UERJ - ISSN: 1984-9540