ESPAÇOS DE LEITURA EM ESCOLAS DO CAMPO: UM ESTUDO EM TURMAS MULTISSERIADAS

Marcio José de Lima Winchuar, Leilah Santiago Bufrem

Resumo


Este artigo apresenta parte dos resultados de uma pesquisa maior desenvolvida entre os anos de 2017 a 2020. Como recorte, analisa os espaços de leitura em escolas/turmas multisseriadas de Prudentópolis, município paranaense, situado na região Sul do Brasil. Evidencia e problematiza esses espaços, bem como analisa sob quais determinações estão sendo formados os leitores camponeses do município. Realiza pesquisa bibliográfica e de campo, contando com a participação de dezesseis educadores. Como instrumento de produção de dados, utiliza a entrevista semiestruturada e a observação dos espaços de leitura de cinco escolas multisseriadas. A partir da análise de conteúdo, apresenta como eixos de análise os espaços de leitura, categorizando aqueles mais destacados durante a pesquisa em campo: a sala de aula, o cantinho da leitura, a biblioteca de classe e a biblioteca escolar. Conclui que a sala de aula ainda é o principal espaço de leitura em escolas multisseriadas, junto às bibliotecas de classe e aos cantinhos da leitura que integram esse espaço e têm contribuído com a formação de leitores e com a prática docente.


Palavras-chave


Escolas multisseriadas; Escolas do campo; Espaços de leitura; Leitura.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/periferia.2021.55242

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil  

Revista Periferia, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação, Cultura e Comunicação em Periferias Urbanas – PPGECC/UERJ - ISSN: 1984-9540